Ação foi desencadeada em nove unidades do 2º Batalhão de Polícia Ambiental

21 de junho de 2019

A Polícia Ambiental realizou a Operação Insecta das 7h de quarta-feira até à 1h de quinta-feira, com a realização de 45 barreiras, 252 veículos vistoriados e 399 pessoas abordadas nas nove unidades de abrangência do 2º Batalhão de Polícia Ambiental. Foram empregados 93 policiais da Serra, Planalto Norte, Oeste e Meio-Oeste.

Foram realizadas ainda palestras sobre educação ambiental para 277 alunos de escolas do meio rural. A operação envolveu os municípios de Caçador, São Miguel do Oeste, Chapecó, Concórdia, Porto União, Canoinhas, Curitibanos, Joaçaba e Lages.

“Não tivemos apreensões e notificações, só encaminhamos um boletim de ocorrência para um município da serra catarinense fazer a limpeza de uma área de preservação ambiental. Em outro município da Serra acionamos a Cidasc para verificar o transporte de bovinos”, disse o comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar Ambiental, tenente-coronel Adair Alexandre Pimentel a reportagem da NSC TV.

Ele destacou que a Insecta, que significa fauna em latim, teve como objetivo a orientação sobre a legislação e educação ambiental, realizar ações de polícia ostensiva de forma a prevenir, fiscalizar e repreender crimes ambientais. Também serviu para fortalecer a integração com as comunidades rurais.

Mais Acessadas

Carregando...