Motorista da região Oeste de Santa Catarina estava fazendo manobras perigosas com uma carreta na BR-116

21 de julho de 2019

Um caminhoneiro foi preso na tarde da sexta-feira, dia 19, após denúncias feitas por outros motoristas à Polícia Rodoviária Federal. O homem, que conduzia um veículo de uma empresa do Oeste catarinense, foi abordado na região metropolitana de Curitiba (PR).

Conforme a polícia, o condutor estava embriagado e fazia manobras perigosas, dirigindo em zigue-zague uma carreta carregada com papel, na BR-116.

Em uma das ligações, um motorista que dirigia atrás da carreta repassou informações ao agente da PRF.

Veja, abaixo, trechos da conversa:

Atendente: PRF emergência.

Denunciante: Tem um caminhão sentido Curitiba, em Campo do Tenente. Ele está fazendo cagada. Está comendo faixas, já quase tombou três vezes.

Atendente: Qual é o caminhão?

Motorista: Eu não consigo ver, estou atrás dele com sinal de alerta.

Atendente: O que o senhor tem de informação para eu passar para a nossa equipe, amigo?

Motorista: Ele está fazendo a curva, deixa eu ver. É um caminhão com toldo dos lados.

Atendente: E o que mais o senhor tem de informação?

Motorista: Ele está comendo faixa. Meu Deus do Céu. Eu to tentando ver o quilômetro em que eu estou.

Caminhoneiro embriagado foi preso após denúncias de motoristas (Foto: Divulgação/PRF)

O agente da PRF, em seguida, pede que o motorista repasse informações sobre as características da parte frontal da carreta. O motorista informa que o caminhoneiro parou o veículo.

Depois, o mesmo motorista liga novamente para a PRF, avisando que avistou mais uma vez a carreta, já na região de Quitandinha.

Atendente: Ele voltou a andar, então?

Motorista: Ele voltou a andar.

Atendente: Só um minutinho que eu vou repassar para a nosso posto de Mandirituba.

Motorista: Tá bom. Ai ai ai.

Atendente: É um Volvo prata, né?

Motorista: É um Volvo prata. Eu estou com sinal de alerta segurando quem está atrás. Acabei de passar Quitandinha, sentido Mandirituba.

Caminhoneiro preso

O motorista da carreta, segundo a PRF, foi abordado e preso próximo à praça de pedágio de Mandirituba. De acordo com a polícia, o condutor demorou a parar o veículo e, quando desceu da cabine, desceu cambaleante, “com forte odor etílico e a fala enrolada”.

O teste do bafômetro do motorista apontou 0,76 miligramas de álcool por litro de ar expelido, o que caracterizado como crime de trânsito. Ainda conforme a polícia, o caminhão estava carregado com sete toneladas de papel.

A PRF informou que o motorista disse ter bebido dois copos de vinho em um restaurante durante o almoço e que, em seguida, seguiu viagem. O homem foi preso em flagrante pelo crime de embriaguez ao volante.

Mais Acessadas