O vice-prefeito Nelson Vicente de Almeida assumiu a prefeitura de Zortéa durante as férias do prefeito Alcides Mantovani

5 de agosto de 2019

A administração de Zortéa suspendeu pelo período de trinta dias um servidor apontado como responsável por propagar nas redes sociais um áudio em que intitula o prefeito em exercício, Nelson Vicente de Almeida, de “coisa preta”.

A portaria nº 373/2019, publicada nesta sexta-feira (2), cita que o servidor “é perfeitamente identificado” como autor do áudio, o qual se caracteriza “ato ofensivo e racista” contra Nelson Almeida, que assumiu a Prefeitura de Zortéa durante as férias do prefeito Alcides Mantovani. 

Considerando que o artigo 209 do Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Zortéa dispõe que a pena de suspensão, que não excederá de noventa dias, será aplicada nos casos de falta grave, como é o presente:

DECRETA

Art. 1º –  Fica SUSPENSO o servidor matricula nº 222, pelo período de 30 (trinta) dias, com a consequente perda dos vencimentos durante o período, nos termos do artigo 203, inciso I da Lei Municipal nº 003/1997.

Art. 2º –  Nos termos do artigo 203, caput do mesmo Estatuto Legal, determino ao Departamento de Recursos Humanos que proceda o devido registro na ficha funcional do servidor.

Art. 3º – Proceda-se a devida publicação e a intimação pessoal do servidor, produzindo esta portaria efeitos imediatos.

Mais Acessadas