Prisão preventiva acontece em Lages e apreensões ocorrem também em Correio Pinto e em Bom Retiro na manhã desta terça-feira (6)

6 de agosto de 2019

Uma investigação da Polícia Federal que apura contrabando de cigarros do Paraguai cumpre um mandado de prisão preventiva no bairro Gralha Azul, em Lages, e seis de busca e apreensão na Serra de Santa Catarina. A operação, denominada Fumus Malus, é realizada na manhã desta terça-feira (6).

As buscas estão sendo feitas em residências e comércios de Lages, Correia Pinto e Bom Retiro, pertencentes às pessoas investigadas. De acordo com a PF, a investigação identificou diferentes fornecedores de cigarros estrangeiros da região que, apesar de serem concorrentes comerciais na distribuição, também atuavam de maneira associada.

A Polícia Federal estima que nos últimos seis meses, a prática teria causado um prejuízo de cerca de R$1 milhão em sonegação de impostos.

Conforme a PF, os investigados deverão ser indiciados pelos crimes de contrabando de cigarros, com pena de até 5 anos, e associação criminosa, que pode chegar a 4 anos de detenção.

Em fevereiro deste ano, quando a investigação teve início, nove pessoas foram presas e 85 mil maços de cigarros estrangeiros foram apreendidos. Além disso, a ação também apreendeu duas armas de fogo, seis veículos e aproximadamente R$50 mil.

Mais Acessadas