O menor de 17 anos que foi apreendido no veículo que conduzia o entorpecente informou ser natural de Caçador

15 de agosto de 2019

Uma grande operação envolvendo a Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Civil e a Brigada Militar prendeu quatro pessoas, aprendeu um menor, natural de Caçador, e mais de 100 kg de maconha na tarde desta quarta-feira, 14, em Passo Fundo e Sarandi. Entre os presos estão dois homens, duas mulheres e um adolescente.

Durante a tarde uma equipe da PRF abordou na BR 386 em Sarandi um veículo Palio, com placas de Ciríaco, e suspeitou do casal que viajava no veículo. Os policiais perceberam que, logo depois desta abordagem, passou pelo local um automóvel HB 20, com placas de Passo Fundo, em atitude suspeita de estar viajando junto com o Palio. Quando os agentes foram abordá-lo, o motorista desobedeceu a ordem e fugiu em direção a Carazinho.

Na BR-285, próximo ao clube de tiro de Passo Fundo, o 3 RPMon da Brigada Militar  prendeu um casal que tripulava um Honda Civic com placas de Campo Bom/RS e o menor de idade que conduzia o HB20 que fugiu da abordagem em Sarandi. O veículo usava placas clonadas de Passo Fundo, porém estava em situação de furto/roubo em Esteio. No HB20 haviam diversos tijolos de maconha pesando aproximadamente 1o0 quilos de entorpecentes.

De acordo com informações divulgadas pela polícia, o Honda/Civic atuava como batedor, abrindo caminho para o HB20 que transportava a droga. Os ocupantes do Palio abordado  BR-386 em frente à unidade operacional da Polícia Rodoviária Federal de Sarandi também atuavam como informantes do grupo.

Uma mulher que foi presa em Passo Fundo é natural de Caxias do Sul e morava na cidade paranaense de Foz do Iguaçu. O homem preso com ela também é natural daquela cidade.

O menor de 17 anos que foi apreendido no veículo que conduzia o entorpecente informou ser natural de Caçador.

Segundo informações divulgadas pela polícia o entorpecente foi carregado em Guaíra no Paraná e seria distribuído no Rio Grande do Sul.

Segundo o Delegado Diogo Ferreira da Draco o entorpecente poderia render mais de 300 mil cigarros de maconha.

*Com informações da Rádio Uirapuru

Mais Acessadas