Laudo constatou que mulher de 50 anos morreu de cirrose hepática. Com isso, a polícia descartou a possibilidade de homicídio

18 de agosto de 2019

O delegado da Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Caçador, Fernando Guzzi, descartou homicídio no caso da mulher encontrada morte na tarde de sexta-feira, 16, em uma casa no bairro Martello. O corpo de Janete Aparecida Pelepe, 50 anos, foi localizado por familiares .

Em princípio o delegado não descartou possível homicídio. O cadáver tinha marcas de lesões. Mas o exame de necropsia apontou a causa como morte natural, por cirrose hepática, durante a madrugada de sexta-feira

Após o velório, Janete foi sepultada no cemitério dos Corrêa.

Mais Acessadas