Comunicado foi oficializado em coletiva realizada na tarde desta terça-feira, 20

21 de agosto de 2019

Associação Fraiburguense de Saúde Coletiva (AFSC) comunicou oficialmente,  em coletiva de imprensa realizada na tarde desta terça-feira,  20, a saída da gestão do Hospital Fraiburgo.  A decisão,  comunicada pelo presidente Rafael Benincá, acompanhada de demais membros da diretoria da Associação,  será aplicada a partir do dia 31 de agosto. Corpo técnico e clínico do hospital já estão cumprindo aviso prévio e serão desligados a partir da data. 

Nesses pouco mais de seis anos,  a AFSC,  constituída por cidadãos voluntários,  geria o Hospital sob forma de convênio  e em parceria  com a Administração Municipal, primando pela credibilidade e transparência,  tendo todos os atos fiscalizados e aprovados pelo Conselho Municipal de Saúde.

Segundo dados apresentados,  os avanços conquistados nesse período foram imensos, com ênfase  a implementação de sete especialidades de atendimento, primando por um serviço de melhor resolutividade aos pacientes; referência regional em cirurgias de mutirão, sendo que foram realizados mais de 5 mil procedimentos cirúrgicos; além de apresentar dados significativos como: nascimento de 3.043 crianças; prestação de mais de 180 mil atendimentos e realização  e 11 mil procedimentos cirúrgicos; sendo que em 2018 foram realizados 3 mil procedimentos e nestes 8 meses de 2019 já supera os 2 mil. As melhorias aplicadas na infraestrutura e equipamentos do Hospital também foram significativas, totalizando investimentos superiores a dois milhões de reais, oriundos de doação, convênios estadual e federal, bem como, recursos próprios.

Outro destaque apresentado pela diretoria da AFSC foi o envolvimento da população de Fraiburgo na causa, com inúmeras iniciativas como: Olhar Solidário,  Troco Solidário ,  doações de materiais, roupas e equipamentos feitas por cidadãos e empresas da comunidade; valores de multas repassados pelo Poder Judiciário Estadual e Justiça do Trabalho; Entidades e órgãos públicos que sempre foram parceiros da AFSC contribuindo para as melhorias e fortalecimento do trabalho.

Segundo Benincá, em dezembro de 2018 a Associação foi comunicada pela Administração  Municipal que o convênio  firmado entre as partes não estava de acordo com a legislação  e que a recomendação é que fosse alterado a finalidade de convênio para processo licitatório “Nossa decisão enquanto Associação foi pela extinção da gestão,  tendo em vista que o certame licitatório  ou outra modalidade  de contratação proposto não  vinha de encontro com a finalidade com a qual a AFSC foi criada. Nosso objetivo não é  e nunca foi a venda de gestão hospitalar,  pois nosso foco  durante todos esses anos de parceria foi contribuir com a Administração Municipal e especialmente com a população fraiburguense,  de forma filantrópica, voluntária  e sem visar lucros” afirmou. 

Por fim, durante a coletiva, a AFSC destacou a transparência com quem sempre conduziu os trabalhos, informando rotineiramente a Administração Municipal e o Poder Legislativo com referência aos valores despendidos pelo hospital.

“Esclarecemos que a AFSC estará realizando todas as atividades até o término do convênio (31 de agosto) de forma eficaz e com respeito aos munícipes, como sempre agimos, e, também contribuiremos para que a transição seja realizada de forma a não causar qualquer transtorno a nossa população.

Em tempo, aproveitamos a oportunidade para agradecer as Instituições, aos prestadores de serviços, Conselho Consultivo, corpo clínico e colaboradores pelo empenho e dedicação durante o período que exercemos a gestão do hospital. Queremos fazer um agradecimento especial a toda comunidade Fraiburguense que se engajou, para angariar recursos em prol do Hospital Fraiburgo e que também se mostrou solicita com as nossas dificuldades. Deixamos a gestão do Hospital com a cabeça erguida e sensação de dever cumprido” finalizou Benincá em nome de toda a diretoria da AFSC. 

Mais Acessadas