Bailarina do Faustão, Ana Paula Guedes explica a estratégia: ‘Precisava aproveitar isso, entender o corpo dele, o que ele faz na luta, como ele se porta’

12 de setembro de 2019

Aos 25 anos, Ana Paula Guedes desfruta de uma experiência de mais de uma década como professora de dança. Em agosto, a carioca foi surpreendida ao saber que participaria pela quarta vez do Dança dos Famosos – agora, ao lado de Junior Cigano, que está liderando o ranking masculino. A partir daí, Ana Paula começou a se preparar para o novo desafio: ensinar um lutador a dançar. Segundo Aninha, mais do que isso: fazer com que o atleta se apaixonasse por essa arte.

“É um desafio muito grande. Como professora, gosto de ensinar, e estou o ensinando do zero. Gosto desse processo de aprendizagem, de pegar uma pessoa que nunca teve contato com a dança e transmitir essa paixão que eu tenho para deixar a pessoa apaixonada também.”

Uma das estratégias que Ana Paula desempenhou para ajudar Cigano foi mergulhar no universo do lutador. Assim que soube que dançaria com o atleta, a bailarina correu atrás para fazer um laboratório de luta. Isso mesmo! Ana Paula quis entender como o corpo de Cigano se comportava durante os movimentos de artes marciais.

“O Cigano nunca teve contato com a dança, esse mundo para ele é muito novo. Fiz um laboratório de luta, porque acho que a função do professor é conhecer o aluno, para extrair o que ele puder fazer de melhor. Como sei que ele é conhecido por ser um lutador habilidoso, precisava aproveitar isso, e entender o corpo dele, o que ele faz na luta, como ele se porta.”

“Ele faz isso há muito tempo, então não podia, de uma semana para outra, desconstruir isso, até porque ele continua treinando. Fui entender como ele usa o quadril, por exemplo, porque ele usa para dar mais força e impulso para um golpe. Não aprendi a lutar, foi para estudar o universo.”

“Quase tive um treco, porque não esperava ser escolhida. A gente sempre quer, porque trabalhar em um quadro desse, que é tão importante para a dança, para as pessoas, para o nosso país… E vivenciar isso é incrível, porque a gente aprende muito. É um aprendizado que só tem aqui. Foi uma sensação maravilhosa, não tenho palavras. Estava batendo palmas, feliz pelas minhas amigas, e fui escolhida.”

Reveja a apresentação de Junior Cigano e Ana Paula Guedes no baladão:

https://web.facebook.com/diarioriodopeixe/videos/2574894019241294/

Mais Acessadas