Segundo o delegado de plantão, o corpo estava congelado e enrolado em uma sacola

13 de setembro de 2019

Um feto de sete meses foi encontrado congelado dentro de uma mochila na noite desta quinta-feira (12) em Camboriú. A Polícia Militar foi acionada via central de emergência às 22h30min, em uma empresa de reciclados, na Rua Paraíba, no bairro Lídia Duarte.

Segundo a PM, o dono da empresa relatou que um dos catadores de materiais reciclados deixou o material recolhido durante o dia e solicitou ao homem que guardasse uma mochila, que teria carnes congeladas que ele havia ganhado.

De acordo com relato dos proprietários do local, quando abriram a mochila para guardar as supostas carnes no freezer, encontraram um feto congelado e imediatamento acionaram os policiais.

O Instituto Geral de Perícia (IGP) também foi acionado para recolher o feto enquanto a guarnição, juntamente com a Polícia Civil iniciaram a investigação.

O catador que teria deixado as supostas carnes retornou ao local. Ele relatou aos policiais que recebeu a mochila de um homem na Rua Alagoas, e que esta pessoa afirmou que eram carnes congeladas.

Ele repassou informações das características deste homem para os policiais, que fizeram buscas na região, mas ninguém foi localizado. O catador de reciclados foi liberado pelos policiais.

O delegado de plantão, Aderlan Angelo Camargo, da Central de Plantão Policial de Balneário Camboriú atendeu a ocorrência. Ele relata que o feto aparenta ter aproximadamente sete meses e estava enrolado em uma sacola.

— As investigações foram iniciadas e durante a manhã desta sexta-feira estão feitas diligências para localizar o homem que teria entregue a mochila ao catador de recicláveis — completa o delegado.

Mais Acessadas