Acidente aconteceu por volta das 17h30 desta quinta, enquanto chovia muito na SC-418

14 de setembro de 2019

Servidores da Secretaria de Saúde de Santa Cecília estão consternados com a morte de seis pessoas em um grave acidente entre o carro – onde estavam às vítimas – e um caminhão, na tarde desta quinta-feira (12), entre Campo Alegre e São Bento do Sul. Três vítimas eram servidores municipais. De acordo com Elton Gandin, Secretário de Saúde, as pessoas mortas na colisão eram conhecidas por todos na cidade, que tem pouco mais de 6,5 mil habitantes.

— Aqui todo mundo se conhece. Então, equipe de saúde em cidade pequena é considerada família. Perdemos amigos e irmãos neste acidente — lamenta o secretário.

A colisão aconteceu por volta das 17h30 enquanto chovia muito na SC-418. Os seis passageiros do Chevrolet Spin retornavam para casa após cumprir um roteiro – entre atendimentos clínicos e médicos – em Joinville. Conforme Gandin, um carro saiu da cidade serrana no período da manhã e aproximadamente quatro horas depois já estava em solo joinvilense.

Uma das paradas do grupo aconteceu em uma clínica oftalmológica e a outra em uma unidade hospitalar para pacientes renais, já que das vítimas transplantou um rim há alguns anos.

Das seis vítimas, três delas trabalhavam na Secretaria de Saúde: Alaor Rodrigues era motorista há mais de 30 anos. Segundo a companheira dele, Simone Souza Prestes, o servidor fazia diversas viagens pelo município para Curitiba, Florianópolis e Joinville.

Simone soube da morte do marido por meio das redes sociais depois que chegou do trabalho, por volta das 18 horas. O casal morava a dois anos juntos, na companhia dos dois filhos dela.

— Eu vi que tinha muitas mensagens no celular, olhei em um grupo de utilidade aqui da cidade e estava o vídeo e vi que era ele. Eu fiquei em choque, tentei ligar para… Mas não atendeu — relembra Simone.

Outra vítima, Beatriz Pereira dos Santos era agente de saúde do município e trabalhava há cerca de cinco anos na secretaria; já Edna Ribeiro era técnica em enfermagem e atendia no pronto-atendimento há pelo menos três. Edna também acompanhava constantemente pacientes que saiam de Santa Cecília para tratamento em outras cidades.

Além disso, quatro vítimas tinham parentesco. A agente de saúde Beatriz estava de férias, mas viajou na companhia da cunhada, Edna, para uma consulta médica em Joinville. Já Maria Antônia Alves de Gois e Elosa de Gois eram mãe e filha e vieram à cidade para atendimento na Fundação Pró-rim.

Ainda de acordo com o secretário, por se tratar de uma cidade pequena, a comunidade ceciliense está enlutada e o município lamenta as mortes no trágico acidente.

A secretaria recebeu a informação sobre o acidente e as vítimas no fim da tarde desta quinta, poucas horas depois que o motorista avisou estar saindo de Joinville para retornar à região Serrana. Assim que a notícia chegou, uma equipe veio até São Bento do Sul para ajudar no reconhecimento e translado dos corpos.

— Hoje estamos perdendo não somente pacientes e servidores, mas pessoas consideradas como irmãos pela comunidade. A cidade toda está triste — menciona.

Nesta sexta, somente uma unidade de saúde está aberta em regime de plantão. Em respeito às vítimas, a prefeitura decretou luto oficial hoje e as aulas nas escolas estaduais e municipais foram suspensas. As vítimas foram liberadas pelo Instituto Médico Legal (IML) por volta das 3h30 e encaminhadas à Mafra para preparação para as cerimonias fúnebres, sendo liberadas por volta das 11h30.

Segundo Gandin, a previsão é de que as vítimas do acidente cheguem à cidade serrana por volta das 14 horas, horário previsto para começar as últimas homenagens aos mortos. O velório será coletivo e irá acontecer no Ginásio Municipal Aristeu Fernandes e o sepultamento acontece no Cemitério Municipal ainda sem horário para acontecer.

A batida entre o carro e o caminhão aconteceu perto da divisa com São Bento do Sul, no Planalto Norte Catarinense, por volta das 17h30 desta quinta-feira (13). De acordo com a Secretaria de Saúde, na manhã desta quinta-feira dois veículos saíram com destino a Joinville para dar sequência a tratamentos de pacientes.

Segundo a Polícia, o motorista do caminhão relatou que o condutor da Spin teria invadido a pista por onde trafegava o caminhão. Além disso, chovia no momento da colisão.

Cinco vítimas morreram ainda no local, a sexta foi confirmada por volta das 20h30. Ela chegou a ser encaminhada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Já o motorista do caminhão sofreu ferimentos leves. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de São Bento do Sul para reconhecimento dos familiares.

Mais Acessadas