Compras podem ser feitas a partir de segunda-feira (14). Clientes da Celesc que estejam em dia com a empresa podem participar

11 de outubro de 2019

A Celesc lançou na manhã de quinta-feira (10), a 6ª edição do Projeto Bônus Eficiente – Linha Eletrodomésticos e a 3ª do Projeto Sou Legal Tô Ligado que, juntos, somam investimentos de R$ 41,1 milhões e vão beneficiar 29 mil famílias em SC. O lançamento foi realizado na Administração Central, em Florianópolis, com a presença do presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins.

“A importância desse projeto é conscientizar o consumidor sobre a importância de economizar energia e preservar o meio ambiente. Ao facilitar o acesso dos consumidores catarinenses na compra de eletrodomésticos novos e mais eficientes, estamos auxiliando neste processo”, destacou o presidente.

Na sua sexta edição, o Bônus Eficiente concede um desconto de 50% para o consumidor que substituir eletrodomésticos antigos e ineficientes por novos e com Selo Procel de economia de energia. Ele também substitui gratuitamente lâmpadas incandescentes e fluorescentes compactas por LED mais econômicas e duráveis.  O investimento por parte da Celesc chega a R$ 23,3 milhões.

A partir da próxima segunda-feira (14), estarão disponíveis para venda 10 mil refrigeradores, 2 mil freezers, 4 mil aparelhos de ar condicionado e 90 mil lâmpadas LED nas 43 lojas físicas da rede Colombo (vencedora da licitação), em todo o estado, ou pela televenda, com chamada gratuita: 0800-642-4242.

Para essa edição, o consumidor conta também com o APP Bônus Eficiente, disponível para Android e iOS, onde será possível consultar os produtos, as lojas mais próximas, atualizar o cadastro e verificar se há alguma pendência.

O coordenador do projeto, Mário Cesar Machado Junior, explica que o programa facilita o acesso dos consumidores catarinenses a eletrodomésticos novos, com Selo Procel e a lâmpadas LED, mais econômicas e duráveis.

Já a terceira edição do Projeto Sou Legal Tô Ligado tem um viés voltado a famílias de baixa renda. O projeto substitui gratuitamente chuveiros elétricos por chuveiros com sistemas de trocadores de calor, refrigeradores antigos por mais eficientes e lâmpadas incandescentes por lâmpadas  LED.

Serão aproximadamente 13 mil famílias, selecionadas após avaliação de viabilidade técnica e econômica em 40 municípios espalhados por todas as regiões da área de concessão da Celesc. As famílias devem estar em dia com a distribuidora.

O projeto vai disponibilizar 11 mil sistemas de trocador de calor com chuveiros elétricos eficientes, 2,5 mil refrigeradores com Selo Procel e 44 mil lâmpadas LED.

Bônus Eficiente

Para participar, as regras permanecem as mesmas:

– Ser consumidor residencial da Celesc Distribuição;

– Estar adimplente (em dia) com a Celesc Distribuição;

– Levar documentos pessoais e uma fatura de energia;

– Possuir um eletrodoméstico similar ao desejado, em funcionamento, com mais de cinco anos de uso e sem o Selo Procel;

– Entregar cinco lâmpadas incandescentes ou fluorescentes compactas para troca gratuita por cinco lâmpadas LED. Essa troca será realizada na entrega do eletrodoméstico na residência do consumidor;

– Ler e assinar o Termo de Adesão no ato da compra;

– Fazer uma doação no valor de R$ 50 no ato da compra. A expectativa é de que sejam arrecadados R$ 800 mil, que serão destinados para entidades sociais.

Histórico

De acordo com o coordenador do projeto, nas cinco edições realizadas foram substituídos 96.640 eletrodomésticos e 577.315 lâmpadas, em 189.746 unidades consumidoras, beneficiando mais de 600 mil catarinenses. Foram investidos R$ 87,8 milhões e arrecadados R$ 4,5 milhões para instituições filantrópicas. O programa gerou economia equivalente a 67.359,11 MWh/ano, durante os 10 anos de vida útil dos eletrodomésticos. “É energia suficiente para abastecer 272.083 residências durante um ano, ou por exemplo, o equivalente ao consumo do município de Itajaí”.

Os resultados significativos do Bônus Eficiente renderam à Celesc, em 2015, a premiação como melhor projeto de eficiência energética do Brasil, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Rede de ajuda

Sucesso de adesão desde o seu lançamento, em 2013, o programa, por meio da contrapartida dos consumidores, vem ajudando instituições do estado com a doação de aproximadamente R$ 4,5 milhões arrecadados a um total de 30 entidades sociais. Na última edição, três cheques no valor de R$ 155 mil cada foram entregues à Associação Catarinense de Autismo (Balneário Camboriú), ao Asilo são Vicente de Paulo (Criciúma) e à Associação de Síndrome de Down (Joinville).

Projeto Sou Legal Tô Ligado

Em vez de a água da caixa ou da rede de distribuição ir diretamente para o chuveiro, ela segue por uma mangueira e chega a uma plataforma de plástico instalada no chão do banheiro. Acoplada a essa plataforma existe um trocador de calor feito de alumínio que recupera o calor da água quente do banho e aquece, indiretamente, a água limpa no interior do trocador. A vantagem desse equipamento é que a água chega ao chuveiro já pré-aquecida, com um ganho de 10 a 15ºC. Com isso, o chuveiro precisa de menos potência para aquecer a água. Nesse projeto, além da instalação do trocador de calor, é feita a troca do chuveiro tradicional, com potências que podem chegar a 7.000 W, por um chuveiro de potência reduzida (3.600 W). Assim, a economia de energia no banho pode chegar a 50%.

Mais Acessadas