Os fiéis chegaram na comunidade do Castelhano por volta de 8h30, e a missa se estendeu até 10h

12 de outubro de 2019

A tradicional Procissão em honra a Nossa Senhora Aparecida reuniu milhares de fiéis em Caçador na manhã deste sábado (12), feriado nacional. Os participantes do evento começaram a concentração às 6h, na Praça Nossa Senhora Aparecida, no Centro. De lá, foram percorridas as principais vias do município. Os fiéis acompanharam a imagem de Nossa Senhora Aparecida com orações, pedidos, promessas e agradecimentos até a Gruta da Santa, localizada no Castelhano. No caminho que demorou mais de duas horas para ser percorrido, muitas pessoas foram vistas andando descalços, outros levando a imagem da Santa nas mãos, e até uma criança vestida de anjo chamou atenção.

A polícia Militar de Caçador e a Guarda Municipal deram apoio e auxílio para que a procissão acontecesse em segurança. Também o Corpo de Bombeiros Voluntários acompanhou a multidão para atender qualquer emergência médica. 

Os fiéis chegaram na comunidade do Castelhano por volta de 8h30, e a missa se estendeu até 10h. Foi realizada a benção dos objetos e também divulgada a programação que se estende pelo decorrer do dia.

No caminho, a nossa equipe de reportagem conversou com alguns fiéis. Graziele Sabedoti Suzin e Maria Alice Sabedoti realizaram o percurso juntas descalço. Segundo elas,era um agradecimento por uma graça alcançada. “No ano passado nesta mesma época meu neto estava passando por um tratamento de câncer. Eu fiz uma promessa e já no ano passado caminhei descalço. Graças a Deus este ano ele já está curado, está bem, e vamos caminhar descalço como forma de agradecimento”, disse Maria Alice.

Ketlin Soares caminha há três anos descalço pedindo pela saúde da filha. “Eu tive uma gravidez difícil e com a fé que tenho, faço a caminhada descalço pedindo saúde para minha filha. Meu pé está doendo, queimado, pois o asfalto está muito quente, é bem difícil mas no final vale a pena e é gratificante”, disse Ketlin.

A história de Jair Alves também é emocionante. Ele trabalhou como caminhoneiro por muitos anos e sempre tinha Nossa Senhora Aparecida como anjo protetor. Depois de sofrer um acidente onde um caminhão entrou dentro de sua residência, ele ganhou uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, que o acompanha até hoje. “Não tem como explicar a fé. Primeiro vem de família mas é algo muito forte que sentimos no coração, Eu rezo pelas crianças, por todos os povos e principalmente em agradecimento”, disse.

Para o Padre João Casara, que presidiu a missa de chegada, o momento é especial e merece destaque. “No dia de Nossa Senhora Aparecida temos que agradecer por tantas graças e tantos milagres já concedidos. Acompanhamos as grandes expressões de fé e confiança e também o reconhecimento a ela. Cada vez que saímos em caminhada lembramos dos pedidos de Jesus, e o nosso povo realiza o gesta e renova sua fé em Deus”, disse.

As atividades continuam no período da tarde com programação para os jovens e crianças.

Mais Acessadas