Segundo o projeto, a altura pelos homens deverá ser de 1,60 metro e para mulheres de 1,55

17 de outubro de 2019

Os deputados estaduais de Santa Catarina derrubaram na tarde desta terça-feira o veto do governador Carlos Moisés da Silva ao projeto de lei complementar que altera a altura mínima para ingresso na Polícia Militar (PM-SC) e no Corpo de Bombeiros. Com isso, a proposta será promulgada pela Assembleia Legislativa (Alesc).

O texto do deputado Marcius Machado (PL) diminui em cinco centímetros a estatura para os interessados nos concursos das duas corporações. Com isso, fica assim definido: 1,55m para mulheres e 1,60m para homens.

Na justificativa do projeto, Machado interpreta que não nenhuma comprovação científica de que pessoas “com estaturas menores são fisicamente menos capazes”. Ele propôs, então, que fosse seguido o padrão usado no Exército Brasileiro.

– Conseguimos uma grande vitória, igualar a altura para o ingresso na carreira militar ao Exército Brasileiro – disse o parlamentar logo após a votação.

Mais Acessadas