O acusado deve recorrer da sentença em liberdade

19 de outubro de 2019

Nesta sexta-feira (18), Sivaldino Alves Lisboa foi condenado por júri popular a 10 anos e 8 meses de prisão por tentativa de homicídio contra a esposa. O acusado deve recorrer da sentença em liberdade.

O crime ocorreu em maio de 2012 e a polícia só ficou sabendo por meio de denúncia anônima que a mulher, de 34 anos, estava em estado grave no hospital depois de ser espancada pelo marido. Na época ela sofreu afundamento de crânio e vários ferimentos na região da cabeça.

Depois de receber alta, a mulher relatou a delegada que havia sido agredida violentamente pelo marido que lhe desferiu alguns golpes com uma espada ninja, que ficava ao lado da cama do casal. Ao ter tomado ciência do fato, a delegada intimou o marido da vítima para prestar depoimento e tendo constatado que ele era o principal suspeito, solicitou sua prisão temporária.

No momento em que os policiais chegaram a sua residência, ele afirmou não saber pelo que estava sendo preso. Ao ser informado sobre o motivo, o elemento foi irônico perguntando o porquê que delegada estava “se metendo” na vida do casal, já que ela nem parente da vítima era.

Com informações PortalCDR

Mais Acessadas