Falta de médico, demora e qualidade no atendimento do posto de saúde do Rancho Fundo, na UPA e TFD foram temas abordados por Giovana da Silva

12 de novembro de 2019

A qualidade no atendimento na unidade básica de saúde do Rancho Fundo, na Unidade de Pronto Atendimento – UPA e no Tratamento Fora de Domicílio – TFD foi criticada durante Palavra Livre. Giovana da Silva, 47 anos de idade, usuária do Sistema Único de Saúde – SUS, comentou situação durante reunião da Câmara dessa terça-feira (12), no Plenário Osvaldo José Gomez.

“Resolvi falar nessa sessão porque eu acho que é um direito nosso, sem ofender prefeito e vereadores, mas a gente vai à UPA, precisando de um médico, chegando lá às 10h e só é atendido às 20h. E é isso que eu queria reivindicar, que o prefeito desse um jeito, verba para isso calculo que tem, porque todo mês vem uma verba grande para Saúde. Então, a gente queria que ele colocasse de 4 a 5 médicos lá, e um pediatra separado”, comenta Giovana da Silva.

A aposentada solicita ainda melhores condições para a Unidade de Pronto Atendimento do seu. “A gente nota que falta muita coisa lá, as enfermeiras fazem o que podem, e também sofrem. Muitas vezes falta algum tipo de medicamento, ou alguma sala não está apropriada para o uso. Nós ouvimos também elas reclamando das condições de trabalho. Ou seja, a população em geral não está contente. Acho que a saúde deve estar em primeiro lugar, porque a gente sofre”, completa.

A moradora do Rancho Fundo também questiona a falta de médico na unidade básica de saúde do seu bairro, a demora para a realização de exames de raio-x e a organização dos pacientes no TFD. “Se pudessse colocar um limite na velocidade dos carros que fazem o transporte dos pacientes seria bom também”, completa.

“A dona Giovana esteve usando a tribuna dessa Casa solicitando melhorias no atendimento na UPA, no posto de saúde do Rancho Fundo e relacionado ao TFD. Entendemos que as colocações são pertinentes e compete aos vereadores intermediar junto ao Poder Público Municipal para que seja atendido esse pleito em benefício do cidadão caçadorense. Por isso, vamos elaborar um documento e encaminharemos ao prefeito municipal para que tome as providências dentro do possível com urgência”, destaca Alcedir Ferlin )MDB), presidente da Câmara Municipal.

Mais Acessadas