A documentação será enviada à Polícia Civil de Irani que está apurando detalhes do crime

18 de novembro de 2019

O Instituto Médico Legal de Concórdia confirmou nas últimas horas que Karine Cavalli, 29 anos, foi morta com pelo menos 10 facadas. A documentação será enviada à Polícia Civil de Irani que está apurando detalhes do crime. O exame de necropsia foi concluído na manhã desta segunda-feira e o corpo foi liberado aos familiares para os atos fúnebres.

De acordo com as informações, golpes atingiram os braços. Na cabeça foram seis golpes. Pelos ferimentos, o documento sugere que Karine tentou se defender do agressor que ainda não foi localizado. Ele deverá responder por crime de feminicídio.

O crime pode ter sido motivado pelo fim do relacionamento com o ex-marido de Karine, que é o principal suspeito do crime. Além disso, testemunhas confirmam que ela vinha recebendo ameaças por parte do homem, inclusive no dia do crime. A Polícia Civil de Irani está buscando maiores informações para tentar localizar o suposto autor. 

Mais Acessadas