O Museu #Entomológico da Epagri, em #Caçador, tem mais de 10 mil exemplares da fauna brasileira. É um dos maiores e mais importantes de Santa Catarina

14 de dezembro de 2019

Com um acervo de mais de 10 mil exemplares da fauna brasileira, o Museu Entomológico da Epagri, instalado na Estação Experimental de Caçador (EECd), é um dos maiores e mais importantes de Santa Catarina. Agora, ele foi reconhecido com o selo e o registro do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), que é válido até 2024, quando poderá ser renovado.

“Esse registro certifica que a nossa instituição contribui para o desenvolvimento e monitoramento da Política Nacional de Museus, sendo, portanto, um local reconhecido pelo Ministério da Cidadania”, explica Janaína Pereira, pesquisadora em entomologia da Estação Experimental de Caçador e responsável pelo acervo do museu. Desde 2017, o museu também tem um site dentro da plataforma nacional Museusbr.

Visitação e aprendizado

Criado no início da década de 1980, esse é o único museu da Epagri. Nele, o público pode observar milhares de artrópodes, especialmente insetos e aranhas, além de escorpiões, centopeias e ácaros. Parte do acervo é utilizada nas pesquisas desenvolvidas pela Epagri e como material didático para estudantes de escolas e universidades do Meio Oeste de Santa Catarina.

Desde 2009, um projeto chamado “Conhecendo e aprendendo sobre biodiversidade: Epagri de portas abertas” é desenvolvido para orientar os visitantes sobre a importância dos artrópodes que são pragas na agricultura, os que transmitem doenças e os que são benéficos ao homem e à natureza. “O público aprende a reconhecer os animais peçonhentos e venenosos e recebe orientações em caso de acidentes domésticos com esses animais. Também explicamos as funções ecológicas dos insetos, a importância para a cadeia alimentar e os riscos de extinção”, acrescenta Janaína.

Preservação

Os visitantes ainda recebem informações sobre a preservação de insetos na natureza, educação ambiental, agricultura ecológica sustentável e métodos de manutenção da biodiversidade natural de ecossistemas. A equipe da EECd utiliza os conhecimentos desenvolvidos pela pesquisa e orienta os visitantes sobre os riscos do uso indiscriminado de agrotóxicos, apresentando outras formas de controle mais sustentáveis, ecológicas e de baixo custo.

Em dez anos, o projeto já atendeu 10 mil pessoas, entre agricultores, professores, estudantes, pesquisadores e a comunidade em geral. Só em 2019, foram mais de 600 visitantes, na maioria estudantes de escolas e universidades.

As visitas são gratuitas, guiadas e explicativas e podem ser realizadas de segunda a sexta-feira, das 7h45 às 11h45 e das 13h30 às 17h30. O agendamento deve ser feito pelos telefones (49) 3561 6813 e 3561 6814 ou pelo e-mail eecd@epagri.sc.gov.br.

O Museu Entomológico fica na Estação Experimental da Epagri de Caçador, no Departamento de Entomologia: Rua Abílio Franco, 1500, Bairro Bom Sucesso.

Conheça melhor esse espaço no vídeo:

Mais Acessadas