Após recobrar a consciência, a vítima pediu ajuda a enteada que reside no porão da sua casa

18 de dezembro de 2019

Um morador de Capinzal, passou por momentos de pânico durante assalto na tarde desta terça-feira (17) em sua casa no Loteamento São Luiz. A ocorrência mobilizou o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar na Rua Agenor Trancoso.

De acordo com a Rádio Capinzal, o aposentado de 65 anos estava na rodoviária quando pouco antes das 17 horas, dois homens e duas mulheres chegaram começaram a conversar. Ele disse que apenas as mulheres são conhecidas, inclusive, uma delas reside na mesma rua da sua casa.

Depois de algum tempo, os quatro ofereceram carona, chegaram a pagar um táxi e foram até a casa da vítima. Chegando na residência anunciaram o assalto. Levaram o morador até o quarto e utilizando uma cinta, toalhas e roupas o amarraram e sufocaram. Chegaram a aumentar o volume do rádio para impedir que os vizinhos ouvissem.

A vítima recorda que a todo momento dizia para que levassem tudo, mas que não o matassem. Porém, os meliantes continuaram as sessões de sufocamento. Quando perceberam que o morador perdeu os sentidos, furtaram R$ 1 mil que estava no bolso e três caixinhas de cerveja.

Após recobrar a consciência, a vítima pediu ajuda a enteada que reside no porão. Ela disse que não estava em casa quando a chegada do aposentado e dos envolvidos. Depois de um tempo que chegou ouviu alguns passos, mas jamais imaginava o que estava ocorrendo.

Traumatizado com o ocorrido, o aposentado conta que dificilmente se esquecerá do momento em que esteve perto da morte. Ele acredita que tudo foi planejado pelos envolvidos. 

Os policiais militares colheram depoimento, confeccionaram o boletim de ocorrência e acionaram o Corpo de Bombeiros que realizou os primeiros socorros e conduziram a vítima ao Hospital Nossa Senhora das Dores. 

Policiais civis e militares realizaram diligências e conseguiram abordar um dos suspeitos de iniciais D.R. de A. o qual não admitiu os fatos. Uma das mulheres de iniciais O. de F.F. admitiu o ocorrido e ainda citou a outra envolvida de iniciais A.P.C.P.R., estes locaram um taxi com o dinheiro oriundo do crime e se deslocaram até Engenho Novo.

No momento da abordagem dos dois primeiros, o quarto suspeito fugiu para a mata próximo ao cemitério de Engenho Novo. Os demais suspeitos e a vítima foram encaminhados para a Delegacia de Joaçaba.

Mais Acessadas