Setor de comércio foi o que puxou o bom desempenho catarinense – Foto: Julio Cavalheiro / Secom

20 de dezembro de 2019

Santa Catarina obteve mais um resultado positivo na geração de empregos formais em novembro. No último mês, o saldo de vagas de trabalho foi de 10.026, o melhor para o período desde 2011. Com isso, o estado tem agora 95,4 mil empregos formais a mais desde o começo do ano. Trata-se do terceiro melhor desempenho do país no acumulado até novembro, atrás de São Paulo (289,5 mil) e Minas Gerais (132,9 mil), os dois estados brasileiros mais populosos. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 19, pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O bom resultado de Santa Catarina em novembro foi puxado por dois setores: comércio, com 6,1 mil vagas de saldo, e serviços, com 4,1 mil empregos a mais. A agropecuária também teve um número positivo, com 1,8 mil empregos de saldo.

O governador Carlos Moisés comemorou os números e disse que eles representam a veia empreendedora do catarinense e o otimismo com a economia. Ressaltou também o empenho do Governo do Estado em facilitar a vida do empresariado.

“Fazemos um esforço de desburocratização. O empreendedor catarinense quer ampliar a sua produção, e o Estado é parceiro para isso. Nós vemos que é um momento de confiança do mercado. Encerramos o ano com diversos indicadores muito bons para o nosso estado, tanto no setor público quanto no privado”, destacou o governador.

Na avaliação do secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino, o desempenho de Santa Catarina pode ser explicado tanto pelo esforço da administração pública quanto pela diversidade econômica catarinense:

“O Governo vem tomando medidas para facilitar a abertura de empresas. Além disso, temos muitos setores econômicos, como o metal mecânico, a pesca, entre tantos outros. Santa Catarina sempre foi um berço de atração de negócios e é isso que esse resultado mostra”.

Nacionalmente, o saldo de empregos formais em novembro foi de 99 mil. Até o último mês, foram gerados 948 mil empregos no país, o melhor resultado desde 2013.

Mais Acessadas