Homem de 30 anos apresentou atestado de saúde que o autorizava a realizar os exercícios para vaga de agente penitenciário

24 de dezembro de 2019

Um candidato de concurso para agente penitenciário em Santa Catarina morreu na manhã desta segunda-feira (23), após realizar as provas do Teste de Aptidão Física – segunda etapa do processo de seleção.

Segundo a Secretaria de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa, Fernando Souza dos Santos, de 30 anos, apresentou à comissão o atestado de saúde que o autorizava a realizar os exercícios do teste. Todas as etapas do concurso são realizadas pela Fepese.

Após concluir as provas, no entanto, ele passou mal e foi prontamente atendido pela médica da equipe, que estava no local.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamado e o candidato foi encaminhado ao Imperial Hospital de Caridade, no Centro de Florianópolis. Ele não resistiu e morreu. A pasta não informou a causa da morte.

A secretaria emitiu nota lamentando o ocorrido, “e informa que a comissão do concurso já foi acionada e está acompanhando a situação”.

O concurso público do Governo do Estado para o cargo de agente penitenciário teve 29.316 inscritos para 600 vagas.


Mais Acessadas