Uma multidão aproveitou a segunda-feira, 30, para se reaproximar da Ponte Hercílio Luz. Segundo os cálculos da organização do evento, cerca de 200 mil pessoas passaram pelo monumento no dia de sua reabertura, após 28 anos fechado. Os momentos de maior concentração aconteceram pela manhã, após a solenidade com as
Leia mais…

31 de dezembro de 2019

Uma multidão aproveitou a segunda-feira, 30, para se reaproximar da Ponte Hercílio Luz. Segundo os cálculos da organização do evento, cerca de 200 mil pessoas passaram pelo monumento no dia de sua reabertura, após 28 anos fechado. Os momentos de maior concentração aconteceram pela manhã, após a solenidade com as autoridades, e no fim de tarde e começo da noite, quando o calor abrandou.

Na visão do governador Carlos Moisés, o número de visitantes demonstra o acerto na escolha de deixar uma semana para a reincorporação da Velha Senhora ao cotidiano dos catarinenses e visitantes. Ele lembra que a programação artística, gastronômica e cultural do Projeto Viva a Ponte segue até o dia 5 de janeiro, com opções para toda a família.

“As pessoas estavam com saudade da ponte e isso ficou nítido na reabertura. Famílias inteiras enfrentaram o sol quente para poder atravessá-la. E o movimento se manteve constante ao longo do dia, com novo pico no começo da noite. É muito gratificante ver essa reaproximação. A Hercílio Luz está de volta, e para ficar”, celebrou o governador.

Neste dia 31, por motivo de segurança, a Ponte Hercílio Luz será totalmente fechada para pedestres e ciclistas às 17h. O monumento reabre às 7h de quarta-feira, 1 de janeiro. A medida é fundamental para a segurança de todos os visitantes. E também para que possa ser feita a montagem da cascata de fogos pela Prefeitura de Florianópolis. A primeira etapa do fechamento começa ao meio-dia desta terça-feira, dia 31, na parte do meio do vão central. As laterais seguem abertas até as 17h.

oda a programação de atividades até o dia 5 de janeiro pode ser acessada no site.

Mais Acessadas

Carregando...