Avó da criança, que também foi ferida com golpes de faca, permanece internada

15 de janeiro de 2020

A Polícia Militar de Chapecó divulgou na manhã desta quarta-feira, dia 15, o relatório oficial da ocorrência em que um homem matou o próprio filho, feriu a mãe e cometeu suicídio no final da tarde desta terça-feira, dia 14, na Rua Elói Ferreira de Souza, no Bairro Efapi em Chapecó.

 Fernando Prazido, de 31 anos, atingiu o filho Matheus Prazido, que tinha menos de três anos, com golpes de faca. Depois ele feriu a própria mãe, Doralina Prazido, de 63 anos, e cometeu suicídio. A idosa foi encaminhada por uma equipe do Samu para o Hospital Regional do Oeste (HRO), onde permanece internada.

 De acordo com o relatório da PM, a guarnição chegou ao local e encontrou primeiramente a idosa deitada na cama, bastante ensanguentada, mas ainda respirando. Os policiais viram a cena por uma janela, tentaram bater para alguém abrir a porta, mas não foram atendidos, precisando arrombar o imóvel.

Já dentro da casa, em outro quarto, a PM encontrou a criança, que não apresentava mais sinais vitais. Ainda de acordo com a polícia, muito sangue havia pela residência. No mesmo quarto, também todo ensanguentado, foi encontrado o homem, já sem vida, caído ao lado da cama e com uma faca perto do corpo.

 A esposa de Fernando e mãe da criança não estava na residência no momento do crime. A mulher chegou no momento em que o local era isolado pelas autoridades. Em estado de choque, ela precisou ser encaminhada pelo Samu para ser atendida no hospital.

 A PM ainda relatou que Fernando não tinha passagens policiais. Ainda de acordo com a polícia, ele teria enviado mensagens para familiares durante o crime, dizendo que “tinha feito uma besteira”. A guarnição também relatou que populares informaram que a família era aparentemente tranquila e sem histórico de brigas. A Polícia Civil investiga o caso.

Mais Acessadas