Caso inusitado ocorreu no domingo e chamou a atenção dos internautas na tarde de segunda-feira

21 de janeiro de 2020

O vídeo de uma capivara correndo atrás de um cachorro da raça pinscher na Avenida Beira-rio de Tubarão, no Sul catarinense, chamou a atenção dos internautas na tarde de segunda-feira (20). O cão, chamado Duduco, estava passeando com a família quando foi perseguido pelo roedor. O caso foi registrado no domingo (19).

“Tubaroense correndo atrás de capivara q ataca pinscher”, escreveu Jonatha Nascimento na rede social, depois de receber o vídeo de amigos. A publicação teve mais de 70 mil visualizações até as 17h desta terça-feira (21).

TUBARÃO, VÍDEO 😅 Capivara corre atrás de pinscher em Tubarão

TUBARÃO, VÍDEO 😅Capivara corre atrás de pinscher em TubarãoCaso inusitado ocorreu no domingo e chamou a atenção dos internautas na tarde de segunda-feiraACESSSE: https://diarioriodopeixe.com/2020/01/21/capivara-corre-atras-de-pinscher-em-tubarao/

Publicado por Diário Rio do Peixe em Terça-feira, 21 de janeiro de 2020

De acordo com Franco Rodriguez, autor do vídeo, durante um passeio com os amigos, que são os donos do animal e preferiram não se identificar, o cão teria se aproximado da capivara quando ela ficou irritada e começou a persegui-lo. Assustado, Duduco correu e conseguiu escapar do roedor.

Depois do susto, o cachorro voltou para casa, onde foi acolhido pela mãe dele, Duda. Segundo o sobrinho do casal, João Nicoladelli, o animal não se feriu e ‘está pronto para outra’. “Nós sabemos que poderia ter sido algo mais grave, mas agora ele merece uns minutinhos de fama”, brinca o sobrinho.

Duda e Duduco depois do susto com o roedor. — Foto: João Nicoladelli

Capivaras em Tubarão

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura de Tubarão, nos últimos anos as capivaras começaram a aparecer com maior frequência na região. São pacíficas e aparecem próximos de rios e estradas.

Por serem animais silvestres, atacam quando se sentem ameaçados ou quando alguém se aproxima dos filhotes. A orientação é que as pessoas não cheguem perto, não tirem fotos e não alimentem esses animais.

Mais Acessadas