Pela proposta, prefeito e vice passariam a receber R$ 10 mil e R$ 5 mil respectivamente, valores diferentes dos atuais R$ 15.587,63 (prefeito) e R$ 7.793,81 (vice-prefeito)

4 de fevereiro de 2020

Com a retomada das sessões da Câmara de Vereadores de Monte Carlo na próxima quinta-feira (6), deverão ser analisados pelas comissões, discutidos e colocados em votação, dois projetos de lei que dispõem sobre a redução dos salários do prefeito e vice-Prefeito de Monte Carlo e ainda dos nove vereadores do município, para o mandado e legislatura de 2021/2024.

De acordo com a Rádio Cultura, a iniciativa é do vereador Valcemir Antonio Cordeiro (PSDB), que protocolou os projetos no último dia 28 de janeiro, na Câmara.

Pela proposta, prefeito e vice passariam a receber R$ 10 mil e R$ 5 mil respectivamente, valores diferentes dos atuais  R$ 15.587,63 (prefeito) e  R$ 7.793,81 (vice-prefeito).

Na  proposta estão incluídos na redução os salários de cargos comissionados de secretários, diretores e chefes de departamentos, assistentes e diretoras de escolas do município, além de coordenadores, procuradores, assessores e supervisores da prefeitura de Monte Carlo.

Redução na Câmara 

Com relação à Câmara, a diminuição dos subsídios dos vereadores seria dos atuais R$ 4.519,55 para R$ 2 mil. O projeto ainda proíbe qualquer espécie de acréscimo financeiro pelo fato do vereador ocupar a presidência do Legislativo. Também pune com desconto do salário, o vereador que se ausentar sem motivo justificado de reunião.

Valcemir Antonio Cordeiro justificativa que os projetos visam moralizar as funções, evitando a “busca do dinheiro fácil”, para que os cargos públicos sejam ocupados por cidadãos que desejam realmente contribuir com o município de Monte Carlo.

Em entrevista ao jornalismo da Rádio Cultura, o autor dos projetos de lei argumenta que a economia com a redução nos salários será significativa e que os recursos oportunizarão maior investimento na comunidade pela prefeitura.

Mais Acessadas