A recuperação judicial da Reunidas foi deferida em 2016, abrangendo uma dívida de R$ 52 milhões

22 de fevereiro de 2020

A Justiça autorizou a venda de diversos imóveis do Grupo Reunidas, empresa que atua nos setores de turismo e de transporte de passageiros, cargas e encomendas em Santa Catarina. A empresa está em recuperação judicial desde 2016.

Os interessados deverão enviar as propostas em envelope lacrado, mediante recibo, na 2ª Vara Cível de Caçador até o dia 09 de março, às 19h, véspera da audiência para abertura das propostas.

No total serão vendidos 22 imóveis. São terrenos, galpões e casa nos municípios de Caçador, Chapecó, Curitibanos, Joaçaba, Porto União, São Miguel do Oeste, Rio do Sul, Francisco Beltrão e Erechim, avaliados na sua totalidade em mais de R$ 80 milhões.

A recuperação judicial da Reunidas foi deferida em 2016, abrangendo uma dívida de R$ 52 milhões. Estão envolvidas na recuperação judicial as empresas Reunidas Transportes Coletivos, Reunidas Transportadora Rodoviária de Cargas e Real Transporte e Turismo.

A responsável pelo procedimento será a “Duarte Leilões Oficiais” e as inscrições, informações e ofertas eletrônicas podem ser feitas pelo site: dloficiais.com.br.

A empresa que foi fundada em 1950, com a denominação de Reunidas Ltda, teve no seu auge em 2012 uma frota composta por 700 veículos e mais de três mil colaboradores, distribuídos em 800 pontos de atendimento.

Mais Acessadas