Diego Dal Bosco Bisotto, de 29 anos, morreu após levar um tiro na cabeça na noite deste sábado (22) no Centro de Florianópolis. A vítima estava internada em estado grave no Hospital Governador Celso Ramos desde o dia do crime. A morte cerebral foi confirmada por volta das 22 horas desta segunda-feira. Diego deixa uma filha de três anos

25 de fevereiro de 2020

O caçadorense Diego Dal Bosco Bisotto, de 29 anos, morreu após levar um tiro na cabeça na noite deste sábado (22) no Centro de Florianópolis. O caso aconteceu na frente de um estacionamento na rua General Bitencourt, próximo à Avenida Mauro Ramos. Segundo a Polícia Militar, o homem é funcionário do estacionamento e trabalhava no momento em que foi atingido.

A ocorrência foi registrada pela PM por volta das 19h20n. Testemunhas relataram aos policiais que o autor do crime passava em frente ao local com outras pessoas quando teria começado a discutir com o funcionário. Logo em seguida, ele sacou uma arma e disparou contra a cabeça da vítima. Ainda não há informações sobre o que teria motivado a discussão.

Quando a PM chegou ao local, o homem estava caído na entrada do estabelecimento. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado com vida ao hospital. Segundo relatos, Diego não resistiu aos ferimentos e teve a morte confirmada nesta segunda-feira (24).

A polícia foi informada sobre as características do suspeito e fez buscas perto do local do crime, mas ninguém foi encontrado. Até por volta das 13h50 desta segunda, nenhum suspeito havia sido preso. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Estacionamento na rua General Bitencourt onde funcionário foi baleado na noite deste sábado(Foto: Reprodução, Google Street View)

Com informações Hora de Santa Catarina

Mais Acessadas