Landes perdeu a mãe no acidente e precisou amputar a perna. Ele busca ajuda da comunidade para comprar uma prótese

4 de março de 2020

Nesta quarta-feira (4), Landes Leime Nunes dos Santos, de 29 anos, voltou ao local do acidente que tirou a vida da sua mãe, de 61 anos. No dia 27 de janeiro de 2019, ele estava indo para igreja junto com Romilda Salete dos Santos, quando ambos foram atropelados por um motorista embriagado.

O condutor, Celso de Camargo, de 39 anos, se evadiu do local sem prestar socorro. Mãe e filho foram socorridos e encaminhados para Hospital Divino Salvador. Romilda não resistiu e faleceu. Landes precisou amputar a perna e precisa de ajuda para comprar uma prótese, que custa R$18.900,00 .

Quem tiver interesse em ajudar pode entrar em contato através do fone: 49 9 9908-5959.

Motorista embriagado

De acordo com o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), no dia do acidente o motorista dirigia bêbado às 7h20 pela Rua Severino José Pasqual. no Bairro Carboni em alta velocidade. Havia movimento intenso de veículos e pedestres.

Em dado instante, ele invadiu a calçada, bateu em uma mureta e atropelou mãe e filho. A mulher, Romilda Salete Nunes dos Santos, morreu. Logo após o acidente, o motorista fugiu do local, não prestou socorro às vítimas e nem chamou serviços de emergência.

Por meio de câmeras de segurança e testemunhas, a Polícia Militar encontrou o condutor em casa, apresentando sinais de embriaguez. O carro estava batido e com manchas de sangue. O teste do bafômetro constatou que o motorista estava bêbado.

O réu foi condenado em júri popular a uma pena de oito anos e dois meses de reclusão em regime fechado. O acusado aguardava a decisão preso desde o dia dos fatos.

Mais Acessadas