A Itália, o país mais atingido da Europa, registrou mais de 3.800 casos do novo coronavírus. Desses, 414 pacientes já foram curados e 148 morreram. A capinzalense Margot Andrioni, mora em Milão na Itália e em entrevista à RBV Rádios, revelou que o governo faz tudo para limitar a propagação
Leia mais…

7 de março de 2020

A Itália, o país mais atingido da Europa, registrou mais de 3.800 casos do novo coronavírus. Desses, 414 pacientes já foram curados e 148 morreram.

A capinzalense Margot Andrioni, mora em Milão na Itália e em entrevista à RBV Rádios, revelou que o governo faz tudo para limitar a propagação do novo coronavírus. “Fecharam todas as escolas e universidades por precaução há duas semanas e elas ficarão fechadas até o dia 15 de março. Foram cancelados todos os eventos esportivos e culturais, inclusive o carnaval. A recomendação das autoridades é para que seja mantida a distância de um metro entre as pessoas e que se evite a aglomeração já que muitas pessoas já tem o vírus e não sabem. Muitos não respeitam as regras e infelizmente o número de casos está aumentando”, destaca a brasileira.

Brasil

O governo confirmou nesta semana que aumentou o número de casos confirmados e de estados do Brasil com pacientes infectados pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2). De acordo com boletim divulgado pelo Ministério da Saúde foram registrados os primeiros casos de transmissão local do vírus responsável pela doença Covid-19.

O último boletim divulgado revela que são 8 casos confirmados, eram 3 casos no balanço da última quarta-feira, dia 04. Três estados têm casos confirmados: São Paulo, Espírito Santo e Rio de Janeiro; no boletim anterior, só havia casos em São Paulo. São 635 casos suspeitos, eram 488 no boletim anterior e 378 casos foram descartados desde o início do monitoramento.

Mais Acessadas