Ingrid Karine Corrêa da Silva tinha 24 anos; companheiro dela foi preso em flagrante. Arma usada no crime e touca onde ela estava enrolada. Itens foram apreendidos pela polícia(Foto: Polícia Civil, Divulgação)

7 de março de 2020

A mulher que levou um tiro no rosto na tarde de quarta-feira (4) em Lages, na Serra catarinense, morreu no hospital, confirmou o Instituto Médico Legal (IML) nesta sexta-feira (6). Ingrid Karine Corrêa da Silva tinha 24 anos. O companheiro dela, também de 24 anos, foi preso em flagrante.

Segundo o delegado Eduardo Mendonça, da 2ª Delegacia de Polícia de Lages, que atendeu a ocorrência, o caso agora é tratado como feminicídio.

O crime aconteceu por volta das 15h de quarta, na residência do casal, no bairro Centenário. O companheiro da vítima chegou a fugir, mas foi encontrado por volta das 17h, escondido em uma casa no mesmo bairro.

Ainda conforme o delegado, após ser preso, o homem confessou que pegou a arma para “amedrontar” a companheira durante uma discussão, mas sustentou que o disparo que a atingiu no rosto foi acidental. Preso em flagrante, ele foi encaminhado ao Presídio Regional de Lages.

Mais Acessadas

Carregando...