Os suspeitos de terem cometido o crime são um homem de 23 anos e um adolescente de 17 anos

19 de março de 2020

A Divisão de Investigação Criminal de Caçador cumpriu nesta quarta-feira (18), dois mandados de prisão em desfavor dos suspeitos de terem cometido o assassinato de Eugênio Fernandes, 47 anos, e Higor Gabriel de 18 anos. Pai e filho conhecidos popularmente como Paulista e Paulistinha.

Os suspeitos de terem cometido o crime são um homem de 23 anos e um adolescente de 17 anos. Na data do crime, 27 de janeiro de 2020, o homem de 23 anos cumpria pena em regime semi-aberto no Presídio Regional de Caçador. Ele saiu para trabalhar e cometeu o crime juntamente com o adolescente.

Segundo o Delegado que coordenou a investigação, Davi Matos Pinheiro, o crime foi motivado pela rivalidade entre duas facções criminosas que atuam no estado de Santa Catarina.

Além dos dois mandados de prisão, também foram cumpridos mandados de busca e apreensão em quatro residências. O homem foi encaminhado ao presídio regional de Caçador. Já o adolescente foi encaminhado para internação com os procedimentos cabíveis.

Desdobramento

Durante a investigação a Polícia Civil também deu cumprimento a outros dois mandados de prisão, em desfavor dos autores de um roubo na Linha Cachoeirinha, interior de Caçador. A investigação deste crime aconteceu por meio da Delegacia de Calmon com o apoio da DIC de Caçador. Um dos autores do roubo, é o mesmo homem de 23 anos indiciado pelo assassinato do pai e do filho. Ele teria cometido o crime três dias após o assassinato.

Mais Acessadas