Aislan Crozeta Corrêa era morador de São Ludgero, no Sul catarinense

5 de abril de 2020

Entre as cinco novas mortes por coronavírus confirmadas em Santa Catarina neste sábado (4), uma delas foi a de Aislan Crozeta Corrêa, morador de São Ludgero, no Sul catarinense. Ele tinha 32 anos e não possuía outras doenças consideradas fatores de risco para Covid-19.

Aislan é o paciente mais jovem a morrer de coronavírus até o momento no Estado, o primeiro com menos de 50 anos. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Donato, em Içara, onde faleceu por volta das 5h50min deste sábado.

Segundo nota divulgada pelo hospital, o paciente havia dado entrada na unidade de saúde havia cerca de 15 dias e não tinha patologias associadas. Ele estava em ventilação mecânica e sofreu uma parada cardiorrespiratória. O governo de Santa Catarina também informou que ele não apresentava comorbidades.

Aislan Crozeta Corrêa era natural de Orleans, mas morava em São Ludgero, onde trabalhava como consultor de vendas. Ele era casado e tinha um filho.

Há uma semana, Daiane Crozeta Corrêa, irmã de Aislan, usou as redes sociais para fazer um apelo sobre o isolamento social e rebater pessoas que minimizam a gravidade da doença acreditando que apenas idosos e pessoas com doenças respiratórias precisam se cuidar. Na mesma postagem, ela também destacou que Aislan não fazia parte do grupo de risco.

“A pergunta que mais recebi semana passada foi de pessoas perguntando: ‘Ele tem algum problema de saúde que levasse a piorar o vírus?’. E também de pessoas afirmando: ‘Ele teve complicação porque é asmático e usava bombinha’. Desde quando? A resposta é não para os dois. Sempre foi saudável”, escreveu.

SC soma 356 casos e 10 mortes por Covid-19

Até o momento Santa Catarina soma 356 casos de coronavírus.Segundo dados divulgados pela Secretaria de Saúde de Santa Catarina na manhã de sábado (4), quando eram 334 casos confirmados,a faixa etária entre 30 e 39 anos é que tem mais infectados (23,7%).Em seguida estão pessoas com 50 a 59 anos (18,9%) e 60 a 69 anos (18,9%). São 10 mortes pela doença:

– Um homem de 32 anos, de São Ludgero

– Uma idosa de 71 anos, de Balneário Gaivota

– Uma mulher de 54 anos, de Itajaí

– Uma idosa de 81 anos, de Florianópolis

– Uma idosa de 90 anos, de Pedras Grandes

– Uma mulher de 87 anos, de Florianópolis

– Um homem de 73 anos, de Criciúma

– Uma mulher de 66 anos, de Antônio Carlos

– Um homem de 68 anos, de Joinville

– Um homem de 86 anos, de Porto Belo

Mais Acessadas