A empresa é uma das maiores do Brasil a adotar providências práticas para minimizar os impactos da pandemia no setor

25 de abril de 2020

A BRF, dona da Sadia e Perdigão, e o Ministério Público do Trabalho (MPT), firmaram termo de compromisso de âmbito nacional para assegurar medidas de proteção à Covid-19 em todas as unidades de abate e processamento de aves.

A empresa é uma das maiores do Brasil a adotar providências práticas para minimizar os impactos da pandemia no setor. Dentre as medidas, reforçará a obrigatoriedade de um distanciamento mínimo entre os empregados nas entradas e saídas das unidades, postos de trabalho, refeitórios, espaços reservados às pausas e vestiários.

Também vai intensificar a distribuição de máscaras de proteção, com troca periódica, para todos os trabalhadores.

Com o termo, a BRF se comprometeu, ainda, a manter o limite de 50 % da capacidade de trabalhadores sentados nos veículos fretados pela empresa. Irá disponibilizar testes para diagnósticos da Covid-19 nas unidades localizadas em municípios onde os exames não estão sendo feitos pelo SUS, bem como vacinação, para todos os empregados, de forma gratuita, para proteção contra o vírus Influenza A (H1N1), A (H3N2) e B com vistas a melhor identificação dos casos sintomáticos de COVID-19. O empregado que apresentar sintomas do coronavírus será afastado imediatamente das atividades, sendo esta uma prática da empresa atualmente.

O termo de compromisso foi assinado nesta quinta-feira (23) pela direção da BRF com os Procuradores do Trabalho Lincoln Roberto Nobrega Cordeiro, Sandro Eduardo Sardá e Priscila Dibi Schvarcz que fazem parte Projeto Nacional de Adequação do Meio Ambiente do Trabalho em Frigoríficos do MPT.

Para os Procuradores, a disposição da BRF em assinar o documento demostra o interesse da empresa em priorizar a saúde dos seus empregados em um momento em que vidas estão ameaçadas e a economia precisa reagir frente à pandemia, mas de maneira consciente e em parceria com os órgãos de proteção aos trabalhadores como foi construído o termo.

“Acreditamos que o compromisso serve de parâmetro para a implementação de medidas em todos os frigoríficos do país”.

A BRF é uma das maiores companhias de alimentos do mundo, está presente em cerca de 140 países e é dona de marcas como Sadia, Perdigão e Qualy. Mais de 90 mil empregados trabalham na companhia, que mantém 34 complexos industriais no Brasil em 10 estados, além de outras 5 fábricas fora do país.

Mais Acessadas