O Hospital Maicé inaugurou nesta semana a nova maternidade e o centro de parto normal

18 de maio de 2020

Uma hora tão especial como a do parto merece ser tratada com muito carinho e respeito. E para reforçar este objetivo, o Hospital Maicé inaugurou nesta semana a nova maternidade e o centro de parto normal.

A nova estrutura estava sendo pensada e organizada desde 2012. Toda a estrutura conta espaços modernos e equipados, desenvolvidos estrategicamente para oferecer para as mães, acompanhantes e bebês toda segurança e conforto necessários nesse momento único.

A enfermeira obstetra do Hospital Maicé Juliana Cauduro explica que tudo foi organizado para o parto humanizado. Toda a equipe já está colocando em prática inclusive, os novos protocolos para o parto na água, na banheira.

“Toda a nossa equipe está muito feliz e motivada neste novo espaço, para atender cada vez melhor, toda a comunidade de Caçador e da região” relata.

A irmã Elizabeth Lima, diretora do Hospital Maicé, comenta que a nova maternidade visa trabalhar dentro dos parâmetros da Rede Cegonha, com incentivo ao parto humanizado. De acordo com ela, a nova estrutura recebeu o apoio e recursos de pessoas, entidades, empresas e do poder público.

“Foram muitas mãos trabalhando para concretizar esta nova maternidade, inclusive do Grupo das Amigas da Maternidade. É um momento de gratidão. Permitir que o nascimento seja cada dia mais humano, repleto de carinho e cuidados. Que a vida seja bem vinda da maneira mais natural possível. Este ambiente foi construído pensando nisso. Toda a equipe está empenhada em atuar cada vez melhor. Para todos nós, é um momento de muita emoção”, afirma.

O primeiro parto na nova estrutura aconteceu dia 17 de maio. A mãe, Daniele dos Santos, de Calmon, deu à luz ao primeiro filho, Vinícius. O parto teve o envolvimento do médico Juscelino Euller Oliveira, pediatra Roger Ramos Padilha e da equipe de enfermagem: enfermeira Gislaine e técnicas de enfermagem: Glenda, Cleonice e Silvana. Foi um parto em banqueta, sem intervenções.

“Foi uma experiência muito gratificante. Apesar das dores, normais do parto, foi um processo tranquilo”, relata Daniele, que recebeu seu bebê logo após o nascimento e já iniciou a amamentação.

Mais Acessadas