A criança era abusada sexualmente pelo padrasto em 2012

21 de maio de 2020

Os delegados responsáveis pelo caso, Fernando Callfass e Gustavo Oliveira Altemar, afirmaram que a participação da mulher ficou comprovada, devido a omissão dos cuidados com a menina, que foi abusada sexualmente pelo padrasto. Ela foi condenada por não tomar qualquer tipo de previdência em relação aos abusos. 

Os Policiais Civis localizaram a mulher e cumpriram o mandado de prisão, no Bairro Santa Terezinha em Xaxim.Após os procedimentos da Polícia Civil, a presa foi encaminhada ao Presídio Feminino de Chapecó, onde permanece à disposição da Justiça.

Mais Acessadas