Buscas pelo motociclista de 28 anos, que caiu no Rio Itajaí-Mirim, foram retomadas nesta quinta-feira, dia 2, em Brusque

2 de julho de 2020

Uma ponte pênsil se rompeu com a força dos ventos causados pelo ciclone bomba e derrubou um casal que estava em uma motocicleta em Brusque, no Vale do Itajaí. O piso de madeira quebrou no momento em que os dois passavam pela estrutura, que liga os bairros Limoeiro e Batêas. A mulher foi resgatada, mas o homem de 28 anos continua desaparecido no Rio Itajaí-Mirim, depois de ter sido levado pela correnteza. Nove pessoas morreram durante a passagem do fenômeno pelo estado e outro homem continua desaparecido em Canelinhas, no Litoral Norte do estado.

As buscas pelo motociclista de 28 anos já duram mais de 24 horas e foram retomadas pelos bombeiros na manhã desta quinta-feira, dia 2. A mulher que também estava na moto caiu em um barranco próximo à cabeceira da ponte, e foi socorrida por pessoas que estavam próximas ao local. Ela foi encaminhada ao Hospital Azambuja, em Brusque. O casal transitava em direção ao bairro Batêas no momento do acidente.

Durante a manhã desta quinta-feira, dois mergulhadores de Blumenau, também no Vale, foram deslocados para dar apoio à equipe local. A motocicleta da vítima foi localizada embaixo da estrutura por volta do meio-dia de quarta-feira, dia 1º.

As duas cabeceiras da ponte pênsil foram interditadas após o acidente e permanecem sob monitoramento da Defesa Civil.

Mais Acessadas