Ele chegou a produzir vídeos em que mantinha relação sexual com adolescente

13 de julho de 2020

A Polícia Civil de Caçador, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC), cumpriu mandado de prisão preventiva em desfavor de empresário investigado por pedofilia. A prisão aconteceu nesta segunda-feira, 13, no escritório do empresário, no centro da cidade.

Segundo o delegado da DIC, Davi Matos, o investigado havia sido preso em flagrante em fevereiro deste ano pelo crime de armazenar pornografia infantil em seus dispositivos informáticos, após operação que cumpriu busca no escritório de sua empresa.

Na oportunidade a ação foi realizada em parceria com o Instituto Geral de Perícias – IGP, que ficou responsável pela análise técnica dos dispositivos apreendidos e pela preservação da cadeia de custódia do material. Pelo fato de o crime de armazenar material pornográfico infantil, insculpido no art. 241-B, do ECA ser afiançável, o investigado recolheu o valor e não foi recolhido ao presídio.

Dando continuidade nas investigações, outras testemunhas foram ouvidas e, do material analisado pelo IGP, foi possível indicar que o investigado, além de armazenar, também compartilhava material pornográfico infantil e chegou a produzir ele mesmo alguns vídeos em que mantinha relação sexual com adolescente. 

Assim, foi indiciado por compartilhar (art. 241-A, ECA) e produzir (art. 240, III, ECA) material pornográfico infantil. Com a conclusão do inquérito policial houve a representação por sua prisão preventiva, cumprida nesta segunda-feira dia 13, no escritório localizado no centro da cidade.

Mais Acessadas