Órgão de defesa do consumidor disse que a Celesc deve considerar o momento delicado

25 de agosto de 2020

O Procon catarinense notificou a Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) no fim da tarde de segunda-feira, 24, para que a empresa suspenda o aumento de pouco mais de 8% na tarifa de energia elétrica no estado.

O órgão de defesa do consumidor disse que a Celesc deve considerar o momento delicado por conta da pandemia do coronavírus e que o reajuste pode piorar ainda mais a economia do estado.

Já a direção da Celesc disse que ainda está analisando a notificação do Procon e por enquanto não vai se manifestar sobre esse assunto.

A média de aumento para consumidores residenciais de baixa renda, rurais, iluminação pública e comércio foi de 8,42% e para indústrias e comércios de grande porte, como shoppings, foi de 7,67%.

O argumento do Procon é que o Código de Defesa do Consumidor considera como abusiva práticas que coloquem o cliente em desvantagem exagerada, que sejam incompatíveis com a boa-fé ou que permitam ao fornecedor elevação do preço de maneira unilateral.

Se a empresa descumprir a notificação do órgão, ficará sujeita a sanções administrativas e pode ser enquadrada pelo crime de desobediência.

O Município

Mais Acessadas

Carregando...