Previsão para a primeira quinzena de setembro é de queda nas temperaturas e instabilidade no Litoral e Planalto

1 de setembro de 2020

A primeira quinzena de setembro será marcada pela queda nas temperaturas e com possibilidade chuvas fortes no Planalto e Litoral catarinenses. Segundo o meteorologista da Epagri/Ciram, Clóvis Correa, não há previsão de frente fria, mas sim de instabilidade.

Entre os dias 3 e 4 de setembro, há previsão de chuvas com intensidade moderada e forte no Litoral e Planalto. Uma queda mais acentuada no termômetro deve acontecer entre os dias 6, 7 e 8, quando as temperaturas podem chegar aos 5°C em São Joaquim.

De acordo com o meteorologista, não há previsão de uma massa muito fria chegando ao Estado e com as mínimas previstas não existem condições para a neve.

Na última semana, o Climatempo previu a chegada de uma nova frente fria que poderia trazer uma nova possibilidade de neve no dia 7 de setembro.

“Até agora não está mostrando nada de neve e de tornado também. Para tornado a previsão é de horas e não de dias. […] Agora, temporais, isso pode existir. A nuvem que forma uma tempestade é a mesma que forma tornados, granizo e microexplosões. Mas para tudo isso tem que ser [avaliado] em questão de horas”, afirma. Segundo o Clóvis por enquanto também não há previsão para ocorrência de ciclones.

Estado enfrentou ciclone e tornados

O segundo semestre de 2020 foi marcado por dois eventos climáticos que provocaram destruição em Santa Catarina. O primeiro deles foi registrado em 30 de julho, um ciclone bomba provocou rajadas de vento de mais de 130 km/h. Doze pessoas morreram e 135 registraram estragos.

Já em agosto, dois tornados provocaram estragos em pelo menos 26 municípios catarinenses. Mais de mil pessoas ficaram desalojadas e 16 tiveram ferimentos. A chuva forte acompanhada de ventos e até mesmo granizo aconteceu entre a tarde do dia 14 e a madrugada seguinte.

Primavera deve ter temperaturas acima da média

Com início em 22 de setembro, a primavera deverá ser de temperaturas acima da média em Santa Catarina. A previsão da Epagri/Ciram é que a estação tenha chuvas com irregularidade, devido à configuração do fenômeno La Niña.

Contudo, a nota meteorológica destaca que durante a estação aumenta a incidência de temporais com granizo e ventania no estado. Não descartando acumulados significativos de chuva em curto intervalo de tempo.

Mais Acessadas

Carregando...