Vítima de 14 anos foi abusada sexualmente pelo próprio pai, segundo a Polícia Civil

3 de setembro de 2020

Um homem de 37 anos foi preso nesta quarta-feira, dia 2, acusado de estuprar a própria filha, de 14 anos, em Chapecó. A vítima inclusive tem uma leve deficiência mental, segundo a Polícia Civil. A prisão ocorreu no interior do município de Entre Rios.

Policiais civis da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) de Chapecó prenderam o acusado com apoio de policiais da Delegacia de Polícia Especializada no Combate à Corrupção (Decor). O homem era considerado foragido desde o dia 7 de agosto de 2020.

Conforme as investigações, ele aproveitou uma saída da esposa para o trabalho, no Bairro Efapi em Chapecó, para abusar da filha. O acusado teria obrigado a adolescente a manter relações sexuais, mediante ameaças. O ato foi atestado em exame de corpo de delito.

A Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar o caso e representou pela prisão preventiva do suspeito, que foi decretada pela Justiça. O homem fugiu logo após o crime, sendo localizado na casa de parentes no interior de Entre Rios.

Após a prisão, o suspeito foi encaminhado ao Presídio Regional de Chapecó. Ainda de acordo com a Polícia Civil, ele será indiciado pelo crime de estupro de vulnerável. A pena prevista é de oito a 15 anos de reclusão.

Mais Acessadas

Carregando...