Reação não é recomendada para segurança das vítimas de assalto; saiba o que fazer em casos como este

16 de outubro de 2020

Um assalto em uma farmácia no Centro de Araquari, cidade na região Nordeste de Santa Catarina, foi interrompido pela reação de uma cliente, que entrou em briga corporal contra o homem e o expulsou do local. A situação foi registrada pelas câmeras de segurança do estabelecimento, e mostram a técnica de enfermagem Lisiane Garcia, de 32 anos, lutando contra o assaltante. A ocorrência foi na terça-feira (13), em uma farmácia na Avenida Nereu Ramos.

Lisiane contou em suas redes sociais que percebeu que o homem não estava armado. Ele escondia a mão dentro do casaco, como se portasse uma arma, e ordenou que os funcionários e clientes fossem para os fundos da loja. Todos acataram a ordem, menos Lisiane, que não levou a sério a ameaça.

— Eu só reagi porque me certifiquei de que o agente não estava armado. Caso contrário, eu estava lá atrás junto com as atendentes da farmácia — explicou ela nas redes sociais.

Nas imagens, é possível ver que ela busca algo para se defender contra o assaltante. Ela pega um objeto em uma mesa e, quando ele se aproxima, joga o objeto nele. O homem a ataca e começa a agredi-la e, em seguida, ela consegue pegar uma banqueta e revida as agressões. Depois de tentar tirar a banqueta das mãos dela, ele desiste e foge da loja, com Lisiane atrás.

— Eu o segui até a rua e as pessoas que passavam tentaram segurá-lo, mas ninguém conseguiu. Ele subiu na bicicleta e fugiu — contou ela.

 O homem foi identificado e preso pela Polícia Militar no mesmo dia. Segundo a Polícia Militar, ele já tem passagens por roubo, agressão e tráfico de drogas.

Apesar de a historia de Lisiane ter “final feliz”, reagir a assaltos nunca é recomendado. Saiba o que fazer se estiver em uma loja e ocorrer um assalto:

Não mostre resistência nem faça com que o ladrão precise falar duas vezes. Responda aos questionamentos e entregue o que for pedido para que ele saia o mais rápido possível do estabelecimento.

Se precisar se movimentar, informe o que vai fazer, mesmo que seja algo simples. Se precisar pegar o dinheiro dentro da bolsa, por exemplo, anuncie o que está fazendo.

Se conseguir, preste atenção à voz, altura, roupas e fisionomia do assaltante. São aspectos importantes para a polícia identificá-lo depois.

Não siga ou corra atrás do assaltante. Mas, se for possível, observe o tipo de veículo que ele usou na fuga.

Se for funcionário ou dono da loja, feche-a imediatamente até a chegada da polícia. Pegue os dados dos clientes que estavam na loja, como nome, endereço e telefone, porque poderão atuar como testemunhas. 

A Notícia

Mais Acessadas

Carregando...