A região Meio Oeste permanece com a classificação de risco grave (cor laranja no mapa) para a Covid-19

18 de novembro de 2020

Três regiões de Santa Catarina estão com nível de risco gravíssimo (em vermelho no mapa) para coronavírus e outras 13 em situação grave (laranja), aponta a nova matriz de risco para a doença divulgada pelo governo nesta quarta-feira (18). Não há regiões com risco alto (amarelo) nem moderado (azul). Na semana passada, eram duas regiões com risco gravíssimo, 13 em nível grave e uma com risco alto.

Houve mudança na classificação de risco em quatro regiões. A Grande Florianópolis deixou o nível gravíssimo e passou para o nível grave – única que apresentou melhora. Já as regiões do Alto Uruguai e Laguna apresentaram piora, passando do nível grave para o gravíssimo. O Extremo Oeste também subiu de nível de risco, saindo do alto e passando para o grave.

Situação atual

Gravíssimo: Xanxerê, Alto Uruguai e Laguna

Grave: Extremo Sul, Carbonífera, Grande Florianópolis, Serra, Alto Vale do Itajaí, Médio Vale, Foz do Itajaí-Açu, Nordeste, Planalto Norte, Alto Vale do Rio do Peixe, Meio Oeste, Oeste e Extremo Oeste.

O mapa de classificação de risco é divulgado semanalmente pelo governo catarinense. Os níveis de risco, gravíssimo, grave, alto e moderado, são calculados a partir da combinação de fatores como transmissibilidade do vírus, leitos vagos e aumento de casos ativos de coronavírus em cada região.

Mais Acessadas

Carregando...