Dra. Leise é uma das primeiras brasileiras a ser vacinada.

7 de janeiro de 2021

Dra. Leise Mariane Grander Giuliani, natural de Treze Tílias, é uma das primeiras brasileiras a receber a vacina do Covid-19. A trezetiliense é filha de Leopoldo e Mariana Grander e por conseguinte neta de imigrantes que ajudaram a fundar a cidade no Meio-Oeste catarinense.

A advogada, que atualmente reside em Londres, recebeu a vacina de imunização do novo coronavírus da Pfizer, na manhã desta quinta-feira, 07, e se diz muito feliz pelo privilégio em fazer parte deste momento histórico em que o mundo vive.

Dra. Leise foi uma das escolhidas para receber a vacinação, pois trabalha na IRMO (Interamerican Refugee Migrat Organisation) ajudando imigrantes com seus processos para obter o visto para permanecerem no Reino Unido, além disso, realiza um trabalho humanitário com pessoas vulneráveis no país.

“O motivo que me levou a aceitar a fazer a vacina é que conforme recomendações da OMS, assim como a água potável, as vacinas criadas pelos homens salvam milhões de vidas diariamente”, diz.

Dra. Leise conta que não sentiu nenhum mal estar após ser vacinada e que agora está perto de poder abraçar sua família. “Tendo a vacina temos a certeza que podemos abraçar nossa família sem ter medo de contaminar, é uma sensação muito boa. A experiência em fazer parte desta história é indescritível”, finaliza.

A trezetiliense receberá a segunda dose da vacina no dia 18 de março.

Além de ser advogada, Dra. Leise é apaixonada por questões humanitárias. Fala quatro idiomas o que foi instigado pelo fato de ter crescido bilíngue. Em Londres, seu trabalho é focado principalmente em ajudar a comunidade sul-americana.

A advogada ainda é autora do livro chamado “Prostituição: direitos humanos das mulheres – uma análise crítica de gênero sob enfoque das teorias feministas”. Download pode ser feito de forma gratuita no site: Clique Aqui!

Mais Acessadas

Carregando...