Marcelo mora em Itajaí, mas trabalha como vigilante em um shopping em Balneário Camboriú; diariamente, ele vazia o trajeto a pé

21 de fevereiro de 2021

Marcelo tem 42 anos e mora em Itajaí, com a esposa. Todos os dias, ele caminha sete quilômetros de sua casa, no bairro Fazenda, até o shopping onde trabalha como vigilante, no Centro de Balneário Camboriú. Faça chuva ou faça sol, Marcelo faz o trajeto de ida e volta a pé. Ao todo, são 14 Km. 

Mas isso mudou depois de um atitude de coragem dele, e de solidariedade de três policiais militares de Itajaí. No último dia 14, a guarnição da PM (Polícia Militar) fazia uma fiscalização, que calhou de ser no meio do caminho de Marcelo, que já voltava para casa.

Exausto e desesperado, Marcelo abordou os policiais e pediu se poderiam ajudá-lo, doando uma bicicleta usada, ou se sabiam de alguém que poderia ajudar.

Comovido, um dos agentes, soldado Maia, fez contato com um empresário, que concordou em vender uma bicicleta seminova a preço de custo, mais barato. Os policiais se juntaram e compraram a “magrela”.

A entrega da bicicleta para Marcelo aconteceu no local de trabalho dele, no estacionamento do shopping. O ato de solidariedade foi realizado pelo sargento Tarcísio, soldado Maia e soldado William Carvalho. O vídeo é emocionante, confira:

A entrega da bicicleta para Marcelo aconteceu no local de trabalho dele, no estacionamento do shopping. O ato de solidariedade foi realizado pelo sargento Tarcísio, soldado Maia e soldado William Carvalho. O vídeo é emocionante, confira:

Mais Acessadas

Carregando...