A vítima contou que era abusada pelo padrasto desde que tinha oito anos de idade

8 de março de 2021

A gravidez foi descoberta na semana passada quando a garota deu entrada em uma UBS (Unidade Básica de Saúde). A enfermeira que atendeu a adolescente acionou o Conselho Tutelar que compareceu ao local.

Após conversar com a equipe, a menina contou que era abusada pelo padrasto desde que tinha oito anos de idade, ou seja, há pelo menos quatro anos.

De acordo com o delegado Rodrigo Coronha, responsável pelo caso, as testemunhas já foram ouvidas. A adolescente passou por atendimento psicológico e realizou exame de corpo de delito.

Ainda segundo o delegado, o padrasto foi intimado para ser interrogado, mas não compareceu. O suspeito foi afastado do convívio com a família após a Justiça aceitar um pedido de medida protetiva.

O inquérito policial deve ser encaminhado ao Ministério Público nesta segunda-feira (8), assim que o laudo do exame de corpo de delito ficar pronto.

Mais Acessadas

Carregando...