Benefício deve ter duração de quatro meses e variar entre R$ 175 e R$ 375

16 de março de 2021

A volta do auxílio emergencial foi permitida nesta segunda-feira (15) depois que o Congresso promulgou a PEC Emergencial. Entre outras medidas de controle das contas públicas, a Proposta de Emenda à Constituição reserva R$ 44 bilhões fora do teto de gastos para pagar uma nova rodada do benefício em 2021.

Os valores, a forma de pagamento e a data das parcelas não foram definidas pelo documento. As novas regras serão detalhadas em uma medida provisória a ser publicada pelo Executivo nos próximos dias.

Segundo informações já especuladas por Jair Bolsonaro e Paulo Guedes, o valor do auxílio irá variar entre R$ 175 e R$ 350. A ideia é que sejam pagos R$ 175 para famílias de uma pessoa só, R$ 250 para a média das famílias e R$ 375 para famílias monoparentais, dirigidas por uma mulher.

Ainda não foi divulgado quais são as regras para o recebimento do benefício, mas a expectativa é de que o valor do auxílio comece a ser pago na primeira semana de abril e se estenda durante quatro meses.

A forma de pagamento

O valor deve ser pago pelas contas digitais do “Caixa Tem”, assim como foi feito em 2020. Para isso, os beneficiários precisam entrar no aplicativo para fazer a atualização dos dados e documentos exigidos pela Caixa Econômica Federal. 

A atualização das informações ocorre em fases definidas pelo mês de nascimento dos usuários, assim como o pagamento do auxílio. Veja o calendário para atualização dos dados do Caixa Tem.

• A partir de 14 de março: nascidos em janeiro • A partir de 16 de março: nascidos em fevereiro • A partir de 18 de março: nascidos em março • A partir de 20 de março: nascidos em abril • A partir de 22 de março: nascidos em maio • A partir de 23 de março: nascidos em junho • A partir de 24 de março: nascidos em julho • A partir de 25 de março: nascidos em agosto • A partir de 26 de março: nascidos em setembro • A partir de 29 de março: nascidos em outubro • A partir de 30 de março: nascidos em novembro • A partir de 31 de março: nascidos em dezembro

Para fazer a atualização, o usuário deve clicar em “Atualize seu cadastro” e seguir as orientações do aplicativo. É preciso tirar uma selfie e tirar fotos de um documento de identificação, CNH ou RG.

Mais Acessadas

Carregando...