É o que aponta denúncia oferecida contra o condutor do carro, pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC)

7 de abril de 2021

A mulher que pulou de um carro em movimento para fugir do suposto assédio do motorista em Videira, teria sido vítima de sequestro. É o que aponta denúncia oferecida contra o condutor do carro, pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC).

O processo corre em segredo de Justiça e mais detalhes não foram divulgados.​ Não há informações sobre uma possível prisão contra o denunciado. No entanto, o NSC apurou que o homem responde por sequestro qualificado.

O caso, que ocorreu em novembro do ano passado, chamou a atenção de pessoas que passavam por uma das ruas mais movimentadas da cidade e repercutiu pelo Estado. A vítima teria relatado às testemunhas que sofreu assédio, motivo por que decidiu pular.

Seis dias após o ocorrido, a vítima prestou depoimento à Polícia Civil e pediu sigilo sobre as informações prestadas por ela e sobre os detalhes da investigação.

O caso foi tratado inicialmente como assédio, mas o delegado havia adiantado que a tipificação legal poderia mudar após o depoimento da vítima. A relação entre a vítima e o condutor do Focus branco, com placas de Iomerê, não foi explicada pela polícia.

Mais Acessadas

Carregando...