Segundo a Polícia Civil, ele usou uma adaga para cometer o ataque na cidade de Saudades, a 70 quilômetros de Chapecó

4 de maio de 2021

Um jovem de 18 anos invadiu uma creche na manhã desta terça-feira (4) em Saudades, no Oeste de Santa Catarina, e matou três crianças, uma professora — identificada como Keli Anicevski — e uma agente de saúde. Segundo a Polícia Civil, ele foi preso após o ataque. A informação inicial era de que se tratava de um adolescente, o que foi corrigido no fim da manhã. 

Três crianças e uma professora morreram na hora. Uma quinta vítima chegou a ser levada ao Hospital de Chapecó. Ela não resistiu aos ferimentos. Conforme o delegado Jerônimo Marçal, outra criança teve ferimentos leves e não corre risco de morrer. O agressor teria entrado na creche armado com uma adaga e atacado a professora, que morreu no local.

Segundo o delegado, o homem invadiu a Escola Infantil Pró-Infância Aquarela e feriu a professora na entrada da unidade. Ela teria então corrido para a sala onde estavam quatro crianças, todas menores de dois anos. Além deles, o suspeito atacou uma agente de saúde que fazia um trabalho no local no momento do crime. 

“Objetos estranhos”

Em entrevista, o delegado Marçal relatou que a Polícia Civil já foi até a casa do autor do crime e que lá teria encontrado “objetos estranhos”. Ele não especificou o que seriam, mas reforça que os agentes trabalham com a possibilidade de que seria um crime isolado.

— Lá [na casa do suspeito] há mais objetos estranhos. Armas, inclusive. O crime está claro, autoria está clara. O que não temos é o motivo que o levou a fazer isso. De qualquer forma, é um motivo torpe. É o que nós vamos descobrir. Nossa maior preocupação é provar que foi um fato isolado. Acreditamos nisso, mas precisamos descartar a possibilidade de que mais pessoas estejam pensando nisso.

A PM relatou que recebeu “diversos chamados” enquanto o jovem “golpeava alunos e professores”. Forças de segurança e de salvamento do Oeste, incluindo o helicóptero Arcanjo, foram mobilizadas para atender a ocorrência. 

Delegado fala sobre o crime

Jerônimo Marçal dá detalhes sobre o ataque que deixou ao menos quatro mortos em Saudades, Oeste de SC.

Delegado Jerônimo Marçal Ferreira atualiza informações sobre caso da invasão à escola em Saudades que deixou crianças e professora mortos pic.twitter.com/OjoLvOZvpc— Diário Catarinense (@dconline) May 4, 2021

Governador afastado se manifesta

O governador afastado de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, se manifestou sobre o ataque em Saudades. Veja:

Devastadora a notícia da chacina registrada no município de Saudades vitimando crianças e professores de uma creche na manhã desta terça-feira. Minha solidariedade às famílias, à comunidade escolar e a todos os moradores da acolhedora cidade do nosso Oeste.— Carlos Moisés (@CarlosMoises) May 4, 2021

Governadora em exercício decreta luto

A governadora em exercício de Santa Catarina, Daniela Reinehr, decretou luto de três dias no Estado:

Decreto luto oficial de três dias no Estado após a tragédia em Saudades, onde morreram crianças e professoras de um centro de educação infantil. Manifesto profunda tristeza e presto minha solidariedade. Determinei que o Governo dê todo o amparo necessário às famílias.— Daniela Reinehr (@DanielaReinehr) May 4, 2021

Solidariedade do governador do RS

Minha solidariedade às famílias das vítimas do ataque desta manhã em uma escola infantil em Saudades, no oeste catarinense, região com a presença de muitos conterrâneos gaúchos. Espero que nosso pensamento ajude a amenizar a dor provocada por um gesto de tremenda violência.— Eduardo Leite (@EduardoLeite_) May 4, 2021

Onde fica Saudades

Saudades é um pequeno município do Extremo Oeste de Santa Catarina com cerca de 10 mil habitantes. A cidade fica a 67 quilômetros de Chapecó e a 600 quilômetros de Florianópolis. 

Mais Acessadas

Carregando...